Wednesday, February 12, 2014

(Source: brazilwonders)

(Source: alafeminina)

(Source: quenteinverno)

(Source: jamaicarioca)

“Em qualquer outra época de sua vida, ele não teria nem olhado duas vezes para ela, não teria tido a imaginação de ver além do seu rosto duro, não muito bonito, ou seu corpo menos que deslumbrante. Por que olharia? Ele sempre fora o tipo de cara que pegava as garotas óbvias, as bonitas com expressões insolentes e pernas até aqui, as baixinhas sexy com os grandes olhos marrons e os seios improvavelmente grandes, as que se tornariam modelos, as orientais esbeltas, as gostosas que causavam tumulto andando na praia ou nos corredores da universidade, as que nunca ficaram sem namorado desde o dia em que completaram onze anos, as garotas que a maioria dos caras sabia que nem deveria se aproximar. Ele nunca teve que fazer os ajustes e acordos que outras pessoas aceitavam cedo nas suas carreiras amorosas, nunca teve a chance de aprender a lição que Sarah lhe ensinava todo dia: que a beleza era só uma parte, e nem a parte mais importante, que havia outras transações entre as pessoas que ocorriam em algum nível misterioso sob a pele, ou talvez até além do corpo. Ele tinha orgulho de si por desejá-la tanto. Isso o fazia sentir-se mais maduro, como se tivesse expandido sua visão, como se tivesse viajado para um lugar distante ou aprendido a apreciar uma comida exótica”. Pecados Íntimos
Friday, January 24, 2014
O tempo é apertado, o prazo é para ontem, o resultado precisa ser imediato. A grana está cada vez mais curta, o individualismo fica cada vez maior, a intolerância (a tudo) cresce a níveis assustadores. http://papodehomem.com.br/o-garoto-que-mancava-e-outras-reclamacoes-do-mundo-moderno/